quarta-feira, 7 de maio de 2014

Breve será o sal


Foto de Mariusz Warsinski


Tu ainda não o sabes, mas o teu olhar

às vezes

tem a vastidão do mar.



Vês ao longe o traço

onde o silêncio nasce



uma palavra azul

a flutuar na curva do horizonte



ou uma flor a abrir

a entrelaçar-se nos dias e a ser

primavera, em todas as estações.



Se seguires no tempo

a sintaxe da terra prometida

breve será o sal que atravessa a pele da resignação.


Leve será o vento

no coração da ilha.



Brígida luz

Sem comentários:

Enviar um comentário