quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O barro da infância



E percebi o abandono
das sementes do céu
das velas de agosto


e os rios a correrem
à altura das lágrimas.


Já aqui não estou

percebi

caminho por dentro de um sufoco
cortado pelo meio


durmo com o barro da infância

com a solidão das árvores
que aceitaram vestir-se de inverno.


Que horizonte é este
que leva os meus olhos por dentro?


Dói-me a luz
sombra da memória
a escorrer do tempo


como se chamasse pelas pedras
como se batida pelo vento.


Brígida Luz

6 comentários:

  1. Já o tenho dito
    A tua poesia tem um traço de inquestionável qualidade
    Pelo tom (tantas vezes nostálgico onde me identifico)
    pela invulgaridade dos versos
    pela estruturação do que se diz e como se diz


    Costumo dizer que poesia é (também)
    dizer o óbvio de forma não óbvia
    e este poema é bom exemplo

    O mote é (suficientemente) evidente (para quem quiser LER o verso, claro está)- A perda da inocência e o peso da sua memória -
    mas o verso não é evidente(é suficientemente "complexizado", aqui se devendo ler poetizado), o que sublima o que se diz

    "E percebi o abandono
    das sementes do céu
    das velas de agosto
    ...
    Dói-me a luz
    sombra da memória
    a escorrer do tempo

    como se chamasse pelas pedras
    como se batida pelo vento."

    Muito Belo

    Bjo.

    ResponderEliminar
  2. Brígida,
    Para além de inspiração, que 2013 envergue sempre roupagens de esperança!

    Beijo :)

    ResponderEliminar


  3. Que o horizonte continue a levar os teus olhos para dentro ( porque as palavras são belas e belo é o caminho)...
    Um Ano de Paz e muita saúde é o que te desejo, do fundo do meu coração.

    Um beijinho
    ATÉ JÁ :-)

    ResponderEliminar
  4. O tempo passou mas na infância me retenho,
    Quando existiam estrelas.
    A saudade da criança, do sonho que se erguia
    As memórias que chamam (quase vividas agora)
    A dor de já não ser
    Do tempo que passado.

    Tua poesia tem a beleza dos eternos sonhos.
    Gostei muito!
    BOM ANO!!

    Beijo

    ResponderEliminar